Criador de "A Viagem de Chihiro" estreia "Kaze tachinu" em julho


O cineasta japonês de animação, Hayao Miyazaki , estava empolgado com a estreia no Japão, de seu novo filme "tachinu Kaze" ("O vento levantou"), seu primeiro filme em cinco anos fruto da “ amizade e o esforço". O diretor de 72 anos, disse que pela primeira vez em sua vida, ele começou a chorar ao ver um de seus filmes e perceber que ele tinha conseguido concluir através da amizade e muito esforço" ele explicou, em entrevista para Kyodo. O novo filme de animação da produtora Ghibli ostenta o título de um romance de Tatsuo Hori, e segue as aventuras do jovem engenheiro aeronáutico Jiro Horikoshi, criador do modelo da aeronave "Zero sen" usado na II Guerra Mundial. O diretor de obras consagradas como "A Viagem de Chihiro", "Meu Vizinho Totoro" e "Princesa Mononoke", também fez um mangá em 2009, com a história de Horikoshi que foi publicado na revista "Model Gráphis". "Vivemos em uma época que não é fácil criar fantasias", disse hoje Miyazaki, cujo mais recente filme "Ponyo", tornou-se a maior bilheteria de 2008 no Japão. Além disso, o diretor tokiota revelou seu novo filme era "uma luta", especialmente porque, desde o início decidiu "mergulhar" na história para ser capaz de se materializar em um filme.
Além do próximo filme de Miyazaki, neste verão Isao Takahata, também fundador do renomado Studio Ghibli, lançará nos cinemas japoneses "Kaguyahime no monogatari" ("A história da Princesa Kaguya"). O filme, o primeiro de Takahata em 14 anos, é baseado em um conto popular que conta a história de uma princesa descoberta por um velho dentro de um bambu.


by IPC digital

0 comentários:

MAIS POSTAGENS *--*